Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Os 11 alimentos mais vulneráveis à falta de água

Mäyjo, 11.10.14

Os 11 alimentos mais vulneráveis à falta de água

Um estudo desenvolvido pelo instituto norte-americano World Resources Initiative (WRI)explica que um quarto da agricultura mundial está em áreas que sofrem de um intenso stress hídrico, ou seja, em que a procura de água supera, largamente, a oferta.

Tendo como base este estudo, a WRI desenvolveu uma lista de alimentos que se estão a tornar cada vez mais vulneráveis devido à falta de água. Em causa está a segurança alimentar de sete mil milhões de pessoas, hoje, e nove mil milhões de pessoas em 2050.

Veja que alimentos lideram esta escala de insustentabilidade.

 

Trigo

Quase metade (43%) da produção mundial de trigo ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI (World Resources Initiative), o cultivo de trigo consome, em média, 1.827.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Milho
Tal como no trigo, também cerca de 35% da produção mundial de milho ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de milho consome, em média, 1.222.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Laranja
Cerca de 33% da produção mundial de laranjas ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de laranja consome, em média, 560.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Cana-de-Açúcar
31% da produção mundial de cana-de-açúcar ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de cana-de-açúcar consome, em média, 210.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Arroz

29% da produção mundial de ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de arroz consome, em média, 1.673.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Colza
26% da produção mundial de colza ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de colza consome, em média, 2.271.000 litros de água por tonelada produzida.

Soja
19% da produção mundial de soja ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de soja consome, em média, 2.145.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Aveia
13% da produção mundial de aveia ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de aveia consome, em média, 1.788.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Café
10% da produção mundial de café ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de café consome, em média, 15.897.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Cacau
5% da produção mundial de cacau ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de cacau consome, em média, 19.928.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Óleo de palma
5% da produção mundial de óleo de palma ocorre em áreas de alto stress hídrico. Segundo o WRI, o cultivo de palma consome, em média, 1.098.000 litros de água por tonelada produzida.

 

Foto:  Stirling Noyes / Creative Commons